O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

sábado, 5 de maio de 2012

O QUE PENSO SOBRE A POLÊMICA DA LEI DO TELETRABALHO.

O QUE PENSO SOBRE A POLÊMICA DA LEI DO TELETRABALHO.


BIP
Há muito tempo existiam pessoas que já trabalhavam com aparelhos que se comunicavam com os Patrões como, por exemplo, o bip, onde médicos residentes ou não eram chamados para atender os seus pacientes a qualquer horário. Os analistas de sistemas também faziam o mesmo e outros profissionais. Até mesmo se falava nos manuais dos profissionais quais profissões tinha este objetivo, onde se destacava as duas citadas que os profissionais acima deveriam estar à disposição da empresa, ou seja, do empregador caso quisesse se formar em uma destas profissões e na época ninguém criava problemas em relação a isto.



professor
E em tempo algum na época havia comentários sobre a questão de horas extras e outros benefícios.  Depois os profissionais da área da saúde e professores sempre em sua maioria tiveram que trabalhar em dois ou mais empregos para se ter um salário digno aqui no Brasil pelo fato de sermos o país de salário mais baixo em quase todas as áreas E o governo não paga horas extras a professores que preparam aulas em casa e o que eles pensam sobre isto? Pois afinal os professores estão trabalhando.


Agora com a luta do teletrabalho como já citei aqui no blog em vez de ser aceito um projeto de lei criado com os padrões definidos do teletrabalho foi modificado uma lei antiga. Tudo bem o importante é que temos uma lei agora, porém qual o motivo da polemica?
Está claro que a partir do momento que a pessoa consiga trabalhar por resultados, não há necessidade de horas extras e qual o motivo de se ficar discutindo sobre as horas, é mais importante se definir o trabalho por resultado do que por hora porque se não nós não iremos progredir.

 O que sentimos aqui é que nos parece que o empregador não esta conseguindo se libertar do empregado, ou seja, tê-lo sobre suas rédeas a todo o momento. Isto é questão de cultura desde o tempo da escravidão o homem sempre foi acostumado a ter o dono que dominava e o servo que obedecia sem direito a questionar. Agora quando o servo pode ter autonomia e determinar quando e como posso cumprir esta tarefa o dono se sente inseguro acreditando que não terá a mesma cumprida então acha que terá que ficar ligando e enviando emails a qualquer momento. Já o servo por sua vez que acredita estar inseguro e tem duvidas também recorre ao mesmo meio então é ai que entra a polemica porque cada qual acha que deve receber por isto. 
Aparece também a questão da organização, ou seja, a falta dela, porque tem que se perguntar é necessário eu ligar agora não da para esperar para amanhã? Porque se o funcionário estivesse dentro da empresa ele não teria que esperar e se também o funcionário que teve a duvida ele não teria que esperar a resposta no dia seguinte se fosse trabalhar fora? Então porque inventar estas questões? 

Não estou aqui querendo dizer que temos que trabalhar mais em casa ou em outro local sem ganhar horas extras pelo contrário o que quero dizer é que tem que se respeitar o limite de cada um e fazer com que se trabalhe de acordo com os resultados e não porque não esta na empresa ter que trabalhar mais horas, pois todo trabalhador tem direito a cumprir sua jornada de trabalho de acordo com sua profissão de acordo com o CTNC fala. Lembrando que se vamos trabalhar em casa é para termos qualidade de vida e não ficarmos com a saúde pior pelo fato de se trabalhar horas a mais. Tem de ter o momento de parar e isto significa desligar tudo, telefone, celular computador, etc


Extras
Vamos pensar sobre isto e pesquisar mais para não estamos falando coisas precipitadamente, tem que haver um bom senso entre todas as partes. Até as próximas postagens.