O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

domingo, 1 de abril de 2012

SEGURANÇA FÍSICA

SEGURANÇA FÍSICA



 


 


Quem trabalha em uma pequena empresa ou em casa esquece facilmente da questão da segurança física. Porém, a segurança física é fundamental para manter computadores e dados seguros e livres de riscos como roubo, perda de dados e danos físicos. Quem seguir três princípios básicos com relação à segurança física já avança em relação à grande maioria que nada faz a esse respeito. Esses princípios são: manter as pessoas indesejadas afastadas do seu equipamento, não permitir o acesso a todos e proteger a rede.
A ideia de restringir o acesso físico às áreas onde ficam instalados os computadores é no sentido de proteger seus componentes. É possível fazer isso com recursos de segurança física internos dos próprios computadores.
 BIOS: Configurar o BIOS para que o equipamento não inicie a partir de um disquete pode dificultar a remoção de senhas e dados das contas dos discos de sistema, por um invasor mal-intencionado.
Alarme: Às vezes, pode valer à pena investir na instalação de um alarme com sensor de movimento na sala onde fica o computador. Normalmente, em escritórios domésticos, os sistemas de segurança que cobrem a área do escritório geralmente são dedutíveis como despesas da empresa.
Syskey: O utilitário syskey, com suporte no Windows NT 4.0, no Windows 2000 e no Windows XP, protege o banco de dados de contas local, as cópias locais das chaves de criptografia do EFS (Encrypting File System, sistema de arquivos com criptografia) e outros itens aos quais os invasores não devem ter acesso.
Criptografia: O EFS, disponível em todas as versões do Windows 2000 e no Windows XP Professional, pode ser usado para criptografar pastas confidenciais do computador. Quer seja no laptop, no computador de mesa ou no servidor, o EFS adiciona uma camada extra de proteção.
Já para segurança externa usar uma trava de segurança do tipo cabo pode impedir que alguém remova o computador. Esse dispositivo é particularmente útil para laptops ou computadores de mesa pequenos que podem ser facilmente escondidos em capas ou casacos. Informações estas extraídas do curso da Intel site nextgenerationcenter.com, onde realiza cursos via internet entre eles o de trabalho remoto.


Stress no escritório

Podemos ver abaixo uma lista de ameaças de segurança física:

  •   Incêndio (fogo e fumaça);
  •   Água (vazamentos, corrosão, enchentes);
  •   Tremores e abalos sísmicos;
  •  Tempestades, furacões;
  •  Terrorismo;
  •  Sabotagem e vandalismo;
  •  Explosões;
  •   Roubos, furtos;
  •   Desmoronamento de construções;
  •   Materiais tóxicos;
  •  Interrupção de energia (bombas de pressão, ar-condicionado, elevadores);
  •  Interrupção de comunicação (links, voz, dados);
  •  Falhas em equipamentos;
  •  Outros.





Estes itens podem ser identificados através de um levantamento de análise de risco, sendo que este risco pode ocorrer tanto internamente nas empresas como fora. Lembrando-se que para o funcionário remoto o risco pode ser maior em se tratando de segurança, pois o mesmo estará com seu equipamento vulnerável no seu lar. Casa que tem crianças e animais, por exemplo, para se trabalhar remotamente além de se ter uma sala separada a mesma deverá estar completamente fechada o acesso da mesma deverá ser restrito ao trabalhador, se possível até para cuidar da limpeza da sala que possa ser ele mesmo que o faça. A segurança de equipamentos tem que se levar com seriedade e muito cuidado, pois poderá se pagar um preço bem caro se não for levado em consideração há tempo.





ARTIGOS RELACIONADOS:
SEGURANÇA
MOBILIDADE, TRABALHO REMOTO E NOVAS FERRAMENTAS COMO FATORES DE RISCO
SEGURANÇA CIBERNÉTICA: DESAFIO É CULTURAL
A QUESTÃO DE SEGURANÇA ESTA DIVIDIDA EM DOIS ÂNGULOS