O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

ACEITANDO A MUDANÇA

ACEITANDO A MUDANÇA



geração y
Sue Tabbitt – Siemens  Enterprise Communications (2009) também fala que o desafio para as organizações é fazer com que essa tendência dê certo. Conforme a ‘Geração Y’ cresce, a capacidade de trabalhar com flexibilidade, de sua residência ou em outros locais, será uma expectativa e não apenas algo 'agradável'. Eles também terão a expectativa de acessar as ferramentas de comunicação que já utilizam diariamente: mensagens instantâneas, informações sobre a disponibilidade de amigos e colegas, e videoconferência via Web. Resistir a essa mudança cultural não é uma opção para as empresas que desejam atrair e manter os trabalhadores mais talentosos.



Entende-se que as empresas não podem mais resistir às mudanças e sim promover estratégias para acrescentar ao ambiente de trabalho e até mesmo no organograma das empresas. Na medida em que se vão criando as novas modalidades de trabalho se muda nas organizações o modo de pensar e proceder.


                                                    ORGANOGRAMA