O Home Office e ou trabalho em casa vem se expandindo no Brasil com o avanço das tecnologias.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

ACEITANDO A MUDANÇA

ACEITANDO A MUDANÇA



geração y
Sue Tabbitt – Siemens  Enterprise Communications (2009) também fala que o desafio para as organizações é fazer com que essa tendência dê certo. Conforme a ‘Geração Y’ cresce, a capacidade de trabalhar com flexibilidade, de sua residência ou em outros locais, será uma expectativa e não apenas algo 'agradável'. Eles também terão a expectativa de acessar as ferramentas de comunicação que já utilizam diariamente: mensagens instantâneas, informações sobre a disponibilidade de amigos e colegas, e videoconferência via Web. Resistir a essa mudança cultural não é uma opção para as empresas que desejam atrair e manter os trabalhadores mais talentosos.



Entende-se que as empresas não podem mais resistir às mudanças e sim promover estratégias para acrescentar ao ambiente de trabalho e até mesmo no organograma das empresas. Na medida em que se vão criando as novas modalidades de trabalho se muda nas organizações o modo de pensar e proceder.


                                                    ORGANOGRAMA


                                                   



domingo, 27 de novembro de 2011

TRANSFORMANDO O TRABALHO REMOTO ECOLOGICAMENTE CORRETO EM UMA VANTAGEM DECISIVA

TRANSFORMANDO O TRABALHO REMOTO ECOLOGICAMENTE CORRETO EM UMA VANTAGEM DECISIVA






Casa na Árvore
Sue Tabbitt – Siemens  Enterprise Communications (2009) descreve: Os analistas de mercado prevêem um ressurgimento do interesse no trabalho remoto. Embora os ambientalistas estejam concentrados nos benefícios ambientais do trabalho remoto (por exemplo, a diminuição da emissão de gás carbônico de uma empresa através da redução de viagens e do consumo de energia), há também atraentes benefícios de economia de custos e produtividade que chamam a atenção da diretoria.


Isso inclui:
 Redução de gastos com escritórios caros, já que a necessidade de trabalhar nesse tipo de espaço permanente é eliminada
   Capacidade de atrair e manter os trabalhadores mais talentosos, apesar das limitações de localização ou salário
 
 Busca de trabalhadores talentosos em uma área muito mais ampla, por exemplo, a nível nacional ou até mesmo global
  Capacidade de atender os clientes fora do horário comercial
 Resiliência às crises imprevistas que afetam os escritórios locais ou links de transporte individuais.
Acrescente esses benefícios aos ganhos ambientais óbvios e não será coincidência a previsão do IDC de que quase 75% da força de trabalho dos Estados Unidos será móvel até o final de 2011. A nível global, a expectativa é de que mais de 122 milhões de funcionários trabalhem em suas residências pelo menos durante parte do tempo até 2011, de acordo com a Gartner Dataquest.




Entendemos então que o trabalho remoto traz benefícios até mesmo para a natureza, pois quanto menos gás carbono é lançado na natureza por conta da diminuição de automóveis entre outros meios de transporte, e o combustível que é retirado da natureza entre eles o petróleo. Podemos ver que a lucratividade não se adquire apenas em dinheiro, mas também em saúde tanto para o homem como para o meio ambiente, amenizando em partes transtornos que o meio ambiente tem causado em resposta a tantos males causados pelo homem, males estes como tornados, furacões, chuvas torrenciais, enchentes, etc. 



                                 Entrevista Alvaro Mello


Indiquei alguns links acima em algumas palavras grifadas, pois alguns destes sites destacam a questão do teletrabalho e o meio ambiente e até mesmo os benefícios e o vídeo por si só fala nesta questão. Podemos ver também nos videos abaixo como fica a cidade em dias de chuva.


                                            

                                  Dia de Chuva em São Paulo   





















                                     
                                         

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

AS VANTAGENS - PARA EMPRESAS E TRABALHADORES - DOS HORÁRIOS FLEXÍVEIS

As vantagens - para empresas e trabalhadores - dos horários flexíveis



Blog da Sobratt  


                 

                                       
“Cada vez mais as companhias de hoje estão se dando conta de que um horário semanal de mais de 50 horas, por exemplo, pode levar seus funcionários a crises de stress, que acabam por comprometer a produção. E que horários e formas de trabalho mais flexíveis, como por exemplo: part-time (trabalho em apenas um período do dia), teletrabalho (ou trabalho remoto), compressed workweeks (trabalho em período integral em alguns dias da semana), entre outras, podem ajudar a aumentar a produtividade dos funcionários.
De acordo com o “National Study of Employers”, mais de 68% das organizações já oferecem pelo menos para alguns empregados a opção de trabalhar em horários mais flexíveis. (...) Essas empresas notaram um aumento na produtividade dos funcionários e uma diminuição do turnover . (...)
(...) Relatório HRFocus, de fevereiro de 2007, mostrou que 91% dos empregados da McGraw-Hill que trabalham em horários flexíveis tiveram um impacto positivo na produtividade. O programa Cisco telework resultou em US$195 milhões de acréscimo na produtividade, de acordo com pesquisa conduzida pela “Boston College’s Sloan Work and Family Research Network“. E a Deloitte estima que os horários flexíveis de trabalho ajudaram a economizar US$ 41.5 milhões em custos de turnover, de acordo com pesquisa da “Corporate Voices for Working Families”.





      Conforme temos vistos os numeros por si só comprovam que cada vez mais as empresas estão aderindo o trabalho remoto, pois o mesmo além de demonstrar as vantagens para o trabalhador diminui custo em vários níveis para empresas e até mesmo despesas, ou seja, a vantagem é para os dois lados, mas o que os estudos mostram vai, além disso, podemos constatar que as vantagens também são para a sociedade, para o meio ambiente, para a família do trabalhador e para muitos outros, onde até mesmo pode diminuir o desemprego principalmente para pessoal bem qualificado, pois independente de onde estiver poderá ser contratado, principalmente pessoal que tem conhecimento em outras línguas, onde poderão trabalhar em seu país de origem para empresa de qualquer outro país onde a mesma esteja localizada. De acordo com uma pesquisa conduzida pela Comp TIA indústria de tecnologia de informação sendo baseada na web, que explorou os benefícios de negócio e desafios do trabalho remoto, descobriu que organizações que dão aos seus funcionários a flexibilidade de trabalhar em casa registram melhora de produtividade como o maior benefício, entre outras vantagens do trabalho remoto citadas pelos entrevistados temos:

Fonte Sobratt
  • A habilidade de contratar a equipe mais bem qualificada, independente de onde está localizada (apostado por 39% dos respondentes);
  • Taxas de retenção mais altas (37%);
  • Redução do estresse dos funcionários (25%);
  • Habilidade de reduzir as emissões de gás carbônico (17%).







segunda-feira, 21 de novembro de 2011

CONDIÇÕES FAVORÁVEIS PARA O TELETRABALHO NO BRASIL



 Fonte: Alvaro Mello - Sobratt




                                       
                                    



Em relação ao fuso-horário o mundo tem em cada região um horário diferente onde quando é de dia no Brasil no Japão, por exemplo, é noite e vice-versa. Existem muitas empresas que aproveitam desta facilidade para contratar funcionários de outros países o próprio Google site de busca se beneficiou com isto. A Dell empresa de tecnologia vende para vários países em vários horários com funcionários online estes funcionários recebem os pedidos de compra a qualquer momento e em poucas horas é distribuído para vários países para ser montado o equipamento seja na Índia, China entre outros, porque a Dell tem fornecedores espalhados, onde são produzidos vários tipos de peças e um só pedido são movimentados todos estes fornecedores, porém por causa do fuso horário se não houver nenhum problema na entrega em menos de quatro dias será entregue este pedido. Sendo que ninguém se conhece nem vendedor, nem fornecedor e nem tão pouco os clientes tudo é desenvolvido via online ou telefone.
Também podemos ver exemplos de médicos que podem tirar raios-X, por exemplo, dentre outros diagnósticos e podem enviar de um país a outro e na parte da manhã estar na mesa de seu colega do outro lado do mundo. Contadores, administradores, digitadores, médicos, arquitetos, profissionais liberais ou não podem usufruir desta vantagem e porque não dizer empresas globais que podem contratar seus colaboradores e até mesmo terceirizar seus serviços para qualquer lugar do mundo sem ter que criar prédios/empresa fixa no local que deseja chegar com seus produtos/serviços.
O texto abaixo foi tirado como exemplo do livro o mundo é plano e retrata um dos exemplos que temos sobre esta vantagem. Podemos ver que o autor recebe um email de um amigo descrevendo como que recebeu os materiais da conferencia e aproveita para explicar sobre a digitalização de laudos médicos, assim a vantagem do fuso horário garante a implantação do teletrabalho em todo o mundo para todas as modalidades.
O MUNDO É PLANO



“No fim do nosso encontro, perguntei a Rao qual seria o seu próxi­mo passo. Ele estava cheio de planos; contou-me que andava conversan­do com uma empresa israelense que avançava a passos largos em tecnologias de compressão, a fim de facilitar e melhorar a transferência das imagens de tomografias pela Internet. Assim, será possível obter rapidamente uma segunda opinião de um médico do outro lado do mundo.
Algumas semanas depois da minha conversa com Rao, recebi o seguinte e-mail de Bill Brody, reitor da Johns Hopkins University, a quem eu havia acabado de entrevistar para este livro:
“Caro Tom, vou dar uma palestra numa conferência médica de formação continuada da Hopkins para radiologistas (já fui radiologista). (...) Tomei conhecimento de um fato curioso, que acho que tal­vez lhe interesse. Acabo de descobrir que, em muitos pequenos hospitais (e alguns de médio porte) americanos, os radiologistas es­tão terceirizando a elaboração dos laudos das tomografias para médi­cos indianos e australianos! Na maioria das vezes, claro, isso é feito à noite (e talvez nos fins de semana), quando o pessoal da radiologia é insuficiente para cobrir a demanda da instituição. Enquanto alguns médicos usam a telerradiologia para enviar as imagens do hospital para casa (ou para Vail ou Cape Cod, imagino), a fim de interpretá-las e fazerem seus diagnósticos a qualquer hora do dia ou da noite, parece que os hospitais menores estão enviando as tomografias para radiologistas no exterior. A vantagem é que, quando aqui é noite, na Austrália e na índia é dia — de modo que a cobertura, fora do horá­rio comercial, é mais rápida quando as imagens são enviadas para o outro lado do globo. Como as tomografias e ressonâncias já se en­contram em formato digital e são disponibilizadas numa rede com protocolo padronizado, não há a menor dificuldade em visualizá-las em qualquer lugar do mundo. (...) Suponho que os radiologistas do outro lado (...) tenham feito cursos nos EUA e obtido as licenças e credenciais necessárias. (...) Os grupos estrangeiros que prestam esse tipo de serviço são chamados de "corujas" pelos radiologistas ameri­canos que os contratam. Um abraço, Bill. ”” (Friedman; Thomas L. 2005, pag.25)







A vantagem de trabalhar remotamente indica que em qualquer lugar do mundo que você estiver poderá trabalhar para qualquer empresa em horários diferenciados, ou seja, aqui vemos que os médicos enviam as radiologias para que seja revelada a noite e na parte da manhã já recebem em suas mesas com o diagnostico pronto.
Temos aqui também um exemplo de um serviço online que mostra como conhecer os fusos horários de qualquer lugar do mundo onde o TimeZoneCheck é um serviço online gratuito onde é possível verificar qual é o horário local de qualquer lugar do mundo. Através de um mapa é possível procurar por cidades ou países:


  Fonte: Tecnofagia e timezone
















domingo, 20 de novembro de 2011

QUER TRABALHAR EM CASA?

QUER TRABALHAR EM CASA?


















Escreve Aline Brandão




A política de home Office está se tornando mais e mais comum no Brasil. Quem pode aderir e o que é necessário para que o trabalho remoto funcione? (...) “Já é uma realidade, mas ainda não tem massa crítica. Vários executivos já trabalham com isso, mas a maioria dos profissionais ainda fica no escritório – diz o Diretor de Marketing da Polycom para América Latina e Caribe, Pierre Rodrigues. (...) Na Symantec, onde 90% dos funcionários trabalham em notebooks, a política existe desde 2003 e é dividida em três diferentes categorias: o home Office Casual, usado por funcionários que têm escritório nas dependências da empresa e ocasionalmente utilizam o escritório em casa; o home Office Oficial, dos funcionários que trabalham sempre remotamente; e ainda o home Office Executivo, para cargos de diretoria e presidência.
As vantagens
Yoshimura usa o home Office há cerca de seis anos, desde que começou a trabalhar em empresas de tecnologia. (...) “A produtividade aumenta, em casa você está mais tranqüilo. Sem contar que em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, você pode perder 45 minutos no trânsito. A empresa nos incentiva a trabalhar em casa, especialmente quando acontece qualquer problema na cidade: chuvas, acidentes, um buraco no meio da cidade... – diz, rindo.
 A Cisco utiliza a política de home Office desde o ano 2000. A possibilidade de trabalhar remotamente está aberta para todos os funcionários e boa parte deles adota o método. Alguns trabalham à distância 100% do tempo.
“A gente tem, por exemplo, atendentes de call Center remotos que trabalham com telefonia IP. Alguns de nossos colaboradores são deficientes físicos, teriam problemas para chegar ao local de trabalho; com o home Office fica bom para eles e para nós, porque esses profissionais são muito produtivos – lembra o Gerente de Desenvolvimento de Negócios em Segurança da Cisco, Maurício Gaudêncio. Outro ponto de destaque para Maurício é a economia em espaço. Como os funcionários não estão todos ao mesmo tempo nas dependências da empresa, os custos com aluguel, limpeza e manutenção são drasticamente diminuídos. “A Cisco fica num prédio bastante caro. Se todos os colaboradores trabalhassem aqui, teríamos que ocupar três ou quatro andares, mas hoje ocupamos só dois. Os gastos com aluguel poderiam ser o dobro se não tivéssemos a política de home Office – afirma. Na multinacional Polycom, 25% dos empregados usam o esquema de home Office. Só na América Latina, a porcentagem sobe para metade do quadro de funcionários. Pudera: para a companhia, especializada em serviços de teleconferência, o trabalho a distância é também um nicho de mercado. “No nosso caso o home Office é mais sofisticado, porque é nosso produto. Mas as empresas precisam levar esse trabalho a sério – justifica Pierre Rodrigues. Ainda segundo ele, os colaboradores que trabalham em casa têm rendimento comprovadamente maior do que no escritório da companhia.


O crescimento dos grandes centros é um dos fatores que vem motivando a criação do trabalho em casa seguido por família e fuso horário conveniente.  Em a família as mulheres que trabalham em casa podem escolher a facilidade para olhar seus filhos, levá-los a escola e médicos e também poder ter seu horário de trabalho sem ter que deixar com outras pessoas, claro que para tanto tem que ter muita disciplina.  Para um bom número de mulheres existe tradicionalmente um período gasto fora do mercado de trabalho, especialmente quando as crianças são pequenas. Isto pode levar à desatualização de conhecimentos e em dificuldades no retorno ao trabalho. Sendo que se torna a pior coisa na carreira das mesmas onde após tentar voltar a trabalhar necessita de buscar o conhecimento novamente que pode levar tempo e gasto financeiro entre outros transtornos. Já o trabalho flexível pode permitir uma maior continuidade (mesmo que seja apenas efetuado periodicamente) e desta forma é possível manter o desenvolvimento de conhecimentos e competências relevantes.

"Esta modalidade de trabalho conta com uma série de fatores favoráveis à sua expansão e multiplicação, do ponto de vista dos interesses da organização empresarial: diminuição de custos nomeadamente em instalações, energia, transporte e pessoal; melhor otimização dos espaços; maior eficiência e produtividade; possibilidade de adoção de esquemas de gestão assente por objetivos ou resultados; maior flexibilização da gestão empresarial; melhor fixação do trabalhador; maior resistência a fatores externos que poderiam por em causa o regular funcionamento da unidade produtiva, tais como greves de transportes, calamidades naturais, etc.” [Castro, Cláudio Roberto Carneiro: Juiz do Trabalho da 3ª Região; Teletrabalho: A mais expressiva forma de trabalho do Século XXI]





                                                 Fonte: Alvaro Mello - Sobratt




Quanto ao crescimento dos grandes centros que o mesmo vem a impedir a concentração urbana, haja vista que onde tem trabalho é para lá que segue os moradores crescendo aceleradamente e junto à criminalidade e as construções mal distribuídas como favelas entre outros tipos de moradias, o teletrabalho gera novas oportunidades para as regiões periféricas e menos desenvolvidas, reanimando os subúrbios e as áreas rurais e evitando assim a especulação imobiliária no centro da cidade, além dessas vantagens citadas estão outras como as seguintes para a sociedade: diminuição do tráfego (deslocações diárias e maciças de trabalhadores dos subúrbios para os grandes centros urbanos), redução dos níveis de poluição atmosférica, melhor gestão dos espaços urbanos e requalificação das cidades; aumentos da produtividade e eficiência no trabalho; criação de novos empregos, até mesmo para trabalhadores portadores de doenças físicas como cadeirantes, por exemplo, que tem dificuldade de locomoção e a redução da diferença de natureza econômico-social existentes entre os centros urbanos e os centros rurais.
Um dia estava no atendimento em meu trabalho e ligou um cliente da Uranet até então achei que era um cliente empresa comum, haja vista que trabalho no setor de atendimento a empresas, ao questiona-lo sobre qual era sua necessidade de suporte o mesmo me disse que necessitava de um técnico para montar o seu computador, a empresa que eu trabalho aluga computadores a pessoas físicas e empresas na sua maioria empresas e depois é realizado o suporte sem custo para o usuário, porém em sua maioria o próprio cliente monta o seu equipamento assim sendo questionei qual a real necessidade ao cliente de não ter montado seu equipamento e fiquei muito surpresa o mesmo me disse ser portador de necessidades especiais e trabalhar em casa não tendo um meio de montar seu equipamento assim foi lhe prestado o atendimento de acordo com sua necessidade e neste momento entendi a empresa Uranet tem trabalhadores em casa.

Embora os dados no momento encontrado é por enquanto para os de necessidades especiais, mas já é um grande avanço, porém é um projeto muito importante vendo o link acima em destaque da empresa vemos quando a empresa se apresentou em um grande seminário do teletrabalho e os projetos apresentados. Vale a pena conferir, também achei o video do youtube abaixo interessante e postei aqui link do mesmo abaixo:



Estes dias participei na Av. Paulista de um evento de apresentação do teletrabalho e para descer na estação entre a Paulista e Consolação tive grande dificuldade onde foi necessário mudar o caminho para chegar ao meu destino por sinal cheguei com uma hora quase de atrazo de tanto transtorno na condução desde minha residência até o destino final. Enfim em meio a este transtorno tinha um senhor cadeirante que não estava no elevador e não havia nenhum segurança para acompanha-lo foi quando pensei neste momento talvez o mesmo esteja até indo trabalhar e se o mesmo trabalhasse em casa não estaria passando por este transtorno.
Todos os dias encontramos pessoas assim nesta situação na medida do possível vou tentar tirar fotos para postar aqui, hoje postei umas fotos que tirei em meu quintal para mostrar que com a mobilidade e tecnologia podemos trabalhar em qualquer lugar.


 

terça-feira, 15 de novembro de 2011

VANTAGENS


VANTAGENS





trabalho em casa
Mostrarei a seguir as vantagens no aspecto custo beneficio e como melhoria na qualidade de vida e a necessidade de contribuir e salvar o planeta através de medidas inteligentes produzidas pela tecnologia.







“Basta imaginar uma pessoa normal que vai para o seu emprego tendo que se levantar várias horas antes, para tentar evitar longas filas de trânsito ricas em poluição de vários tipos, quando chega ao emprego já envolvida no stress do dia a dia e sem a mínima vontade de fazer algo de produtivo para o seu trabalho, enquanto que outras pessoas normais ficam mais uma ou duas horas na cama, tomam um "vigoroso" café da manhã  e estão aptas e com disposição para trabalharem sem intervalos pré-definidos.” [Francisco Dias, Prof. Luiz; Universidade de Mogi das Cruzes; “A Introdução Teletrabalho na Sociedade Contemporânea com a utilização das ferramentas de Comunicação”]





Mãe trabalhando em casa
Há alguns passos do quarto milhões de pessoas iniciam seu dia de trabalho, como se estivesse no escritório convencional, porém o trabalho é em casa, a vantagem de trabalhar em casa entre tantas outras é a produtividade, que é cultivada pela facilidade de estar longe de transito de poluição de vários outros tipos de stress que se acarreta durante o trajeto de ir e vir para o trabalho. De inicio nas pesquisas elaboradas o trabalho de vendas é o que vem liderando em relação a trabalho em casa, porém com as vantagens estabelecidas outros setores também estão seguindo o exemplo. 


A SOBRATT - Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades é uma empresa que mais promove o trabalho em casa através de um site onde tem informações atualizadas e demonstrando como pode ser vantajoso aceita-lo.A principal vantagem para uma empresa adotar o trabalho remoto é a redução de custos operacionais. De uma só vez podem ser eliminados gastos com transporte, alimentação, aluguel de imóvel, compra de mobiliário, computadores, funcionários de limpeza, taxas de condomínio, telefone, luz, água, e todos os custos que envolvem a manutenção de um escritório. A redução de custos pode reverter em melhor remuneração para o funcionário, horário flexível, mais tempo para a família e melhora na qualidade de vida. Para a empresa mais flexibilidade para as suas estratégias de mercado, maior agilidade nos processos, melhoria na qualidade e melhores mecanismos de controle.



A vantagem é garantida, mas temos que tomar cuidado pois como já falávamos do perfil, além do perfil temos que ter um espaço que inspira e deixa transparecer um escritório mesmo que seja em casa para não passarmos por algumas surpresas como mostra o vídeo a seguir:


É ótimo poder se trabalhar de qualquer lugar mais um pouco de cuidado não chega a ser exagero. Eu  particularmente passei por uma surpresa de deslize em um dia destes. Eu estava fazendo um teste de internet via rádio em casa sendo que eu instalei um roteador Tplink de uma unica antena e levei meu notebook à casa da minha mãe para que a mesma  falasse pelo Skype com meu irmão na Europa (ele esta passando as férias lá). 


O teste foi realizado pelo fato de minha internet speedy  ser de  apenas 256 kpps, estava vendo o quanto a mesma alcançaria e se também se manteria instável sem perder a conexão. Pelo fato das empresas  de operação em sua maioria contratarem operadores para trabalhar em casa exigindo a internet banda larga de 2 megas,  e eu também fiquei sabendo que o motivo é por causa dos softwares de Voip,  então resolvi testar  utilizando a tecnologia Voip através do Skype, enfim o resultado  foi ótimo e ficamos por cerca de três horas com ele conversando.



Quanto a questão física relacionada ao teste é que a casa da minha mãe fica há uma distancia de uns 20 metros ou mais da minha  casa e tem várias paredes que separam nossas casas e há o fato de não termos uma antena externa, mas por fim funcionou muito bem.


Quanto a surpresa, como já dito demoramos mas de três horas conversamos e como já falei aqui antes que o preconceito nos faz um país de miseráveis mas a ignorância de muitos contribui muito mais, e na casa de  minha mãe ela recebe muitas visitas em sua casa por ser antiga no bairro em sua maioria pessoas analfabetas entre outros estilos, enfim uma senhora criticou o nosso trabalho, senhora esta que estava visitando neste momento a minha mãe por ser a mesma ignorante no sentido de não conhecer a existência da internet em si e para a que a mesma serve, eu fui rude com a mesma, sem perceber a câmera ligada e pessoas na Europa ouvindo e vendo (porque lá também havia uma certa prateia que não nos conhecia, porém pertence ao nosso grupo religioso e meu irmão esta se hospedando nesta residencia).


Neste momento eu consegui entender, que é importante  em  situações difíceis  como estas sabermos se comportar e quando se trata ainda do teletrabalho podermos separar nosso ambiente o máximo que possível do restante da casa deixando bem claro para pessoas com menos conhecimento o que é e para que serve porque se não será impossível, pois ainda existe muitos que estão longe de nossa realidade e nunca conseguiram entender este nosso ambiente.



Um amigo me disse hoje que a sua luta não é para atrair para o teletrabalho profissionais autônomos, pois isso é já bastante comum atualmente. O maior “nó” na esmagadora maioria das vezes é ter funcionários celetistas trabalhando como home officers, como fazer isso, como gerir essas pessoas, como avaliar resultados, como manter uma cultura organizacional coesa, etc, ou seja, como atrair as empregadoras de mão de obra para o home office, mas eu particularmente que estou no meio desta massa entendo que é para que isto aconteça existe muito que possa se mudar, seja com empresas, mas com pessoas que estão a nossa volta e nós também.




As empresas entenderem, por exemplo, que com uma determinada tecnologia tem como se fazer chegar o trabalho remoto sem ser com banda larga de 2 megas ou mais. Sei disso pois trabalho como já falei aqui no Grupo Telefônica  no Suporte técnico e sei que tem empresas que utilizam a internet com velocidade reduzida e  nos procura para reparo as vezes menos do que os que tem a nova tecnologia a fibra. Isto se dá pelo fato também de ter pessoas que utilizam a tecnologia saber manuzea-la. Digo isto porque a maioria de nossos atendimentos se dá em conexão e navegação, e muitas vezes é o usuário que esquece de ligar algum cabo ou até mesmo de se logar, outros de configurar corretamente o roteador.

Outrossim fica por conta da massa, ou seja, funcionário ele tem que ter preparação física, psicológica e condições de separar um pequeno comodo, ou que seja espaço para poder trabalhar em casa, porque nem todas as residencias dá para se manter os dois ambientes. Isto não quer dizer que não possa ser mudado, preparado e valorizado sim é para isto nossa luta, mas tem que ser um conjunto de busca, todos em um só lema. 


Também preparar a família e conhecidos para que possa entender que apesar de estar em casa, mas a pessoa esta trabalhando para que não haja interrupções e muito menos desentendimentos.Mas o importante entre os dois mundos é saber que o céu nasce para todos em um novo mundo em que se fala de sustentabilidade e reciclagem o importante também é improvisar e se aproveitar o que tem sem muito gasto dá pra se sair muito bem nesta questão exemplos se tem de montão. Improvisar que eu digo na hora de separar o cantinho. Porque lugar físico com criatividade da pra se montar. A maior questão mesmo é a psicológica e familiar para se ter um ambiente atrativo. Mas não custa tentar. 


A imagem abaixo é de um blog que fala de vários exemplos de criatividade vale a pena conferir. O link do mesmo segue a seguir:  




Home Office bem bonitinho





Vale a pena conhecer o site acima de casinha bonitinha blogspot tem muitas dicas legais. Lá tem muitas dicas simples e  baratas para Home Office.